Casamentos e 100 euros por pessoa

by - março 23, 2016


Esta coisa dos casamentos faz-me muita confusão. Há muitos anos que não tínhamos casamentos na família, mas temos um este ano, de uma prima.
A minha mãe, avó e tia dizem que não estão com vontade nenhuma de ir porque temos de dar sempre uma prenda ou dinheiro aos noivos. Cem euros por pessoa, diz a minha avó,  que é um absurdo, se eles vão pagar cinquenta ou menos por boca.
Na minha opinião, se as pessoas estão a planear um casamento e a convidar-nos para o mesmo não estão à espera do nosso dinheiro para pagar as contas. Certo?
Sim, acho que uma prendita para a casa nova deles (que não vai existir porque vão continuar em casa dos pais dela) é pertinente, agora cem euros por pessoa? É um absurdo!

You May Also Like

12 comentários

  1. Se se querem casar têm de ter em mente que vão ter de arrecadar com os custos e não estarem à espera que sejam os convidados a fazê-lo! Porque assim as pessoas nem vão ter vontade de ir, nem todos têm possibilidades de contribuir com aquilo que eles querem. Era o que mais faltava!!

    ResponderEliminar
  2. Tenho a mesma opinião do que tu. Mas os 100€/pessoa é relativo. Cada um dá aquilo que acha que deve dar.

    ResponderEliminar
  3. Não podia concordar mais. Eu estou neste momento a organizar o meu casamento e mesmo que não tenhamos muito dinheiro, não esperamos que ninguém no-lo pague. Mas sei que há muito boa gente a pensar de outra forma. Eu e o meu noivo fazemos contas para contratar e comprar aquilo que nos faz sentido e nos é possível. Com o nosso dinheiro, com o dinheiro que podemos dar.
    Sempre que vou a um casamento e quero oferecer dinheiro (porque hoje em dia é o que é mais prático e querido pelos noivos), dou também aquilo que posso. Não conforme os gastos deles mas conforme as minhas possibilidades. Quem convida não deve fazê-lo pelo dinheiro ou prenda que eventualmente irá receber dessa pessoa, pelo menos eu penso assim.
    Também há uma coisa que acho que não faz sentido, é as pessoas quererem oferecer coisas para a casa quando, por exemplo, o casal já mora junto (como é o nosso caso). Obviamente que preferimos, se nos quiserem dar, dinheiro. Porque não temos casa nossa, é alugada, não sabemos quanto tempo ficaremos nela e não precisamos de nada em especial.
    Sinceramente, sempre achei isto: cada um dá o que quer, pode e lhe faz sentido. Ninguém deve convidar para o casamento pensando no que irão dar ou que lhe vão pagar o que gastaram ou até ganhar dinheiro com isso (como já alguns amigos meus nos contaram que lhes aconteceu ou queriam que acontecesse). Isso é ridículo.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Sim, é um absurdo mas por aqui é muito mais. Normalmente dá-se $500 por pessoa. Sei que é para ajudar o casal com a casa nova, mas é um exagero!

    ResponderEliminar
  5. Estou a ajudar organizar um casamento e 50€/pessoa não vi nenhum lugar (neste caso tinha de ser perto da praia).
    quanto `a prenda, cada um ajuda com o que quer e pode, é muito comum os noivos colocarem lista de casamento numa agência de viagens ou assim...
    Eu casei na Holanda, fiz festa em Portugal, a maioria deu dinheiro, porque casa já temos e "lua-de-mel" já estava planeada (eram as férias planeadas há meses e nós decidimos casar de uma semana para a outra), confesso que nem olhei para o envelopes, juntei tudo e levámos uma parte para as férias e o resto foi para a conta...

    ResponderEliminar
  6. É a grande chatice dos casamentos, pensarmos na prenda. Tenho o casamento do meu melhor amigo este ano e ainda não sei se dou dinheiro ou outra coisa. Neste caso, sei que ele não convida à espera da prenda, mas há muita gente que só faz grande festa no casamento por causa das prendas (nesses casamentos não me apanham, de certeza). E, hoje em dia, é raro o local onde eles pagam menos de 80€ por pessoa, daí que a prenda de 100€ é um pensamento um pouco geral, para "cobrir" a despesa deles. Mas quando são famílias grandes, é um absurdo dar tanto dinheiro. Para além de que nem todos têm essas possibilidades. Por isso é que só vou a casamentos de pessoas que são realmente importantes para mim.

    ResponderEliminar
  7. É realmente muito dinheiro. Este ano também tenho um casamento e o preço/prenda será em dinheiro. Já trabalhei na área de organização de casamentos e cheguei a ver o cúmulo! Num casamentos, os noivos colocaram nos convites o preço que cada pessoa iria pagar pelo dia passado na quinta, ou seja, deram a dica do valor que a "prenda" deveria ter

    ResponderEliminar
  8. também não sou nada apologista de prendas absurdas .

    ResponderEliminar
  9. Também acho um absurdo. Mesmo que eles pagassem 100€ por pessoa, não deviam estar à espera que os convidados paguem a boda. Eu ainda sou do tempo em que quem convidava, pagava e irrita-me quando me convidam para um almoço de aniversário num restaurante, onde cada um paga o seu, porque eu convido as pessoas, mas faço o jantar em casa e ninguém tem de pagar nada.
    Já tive algumas chatices com familiares, porque deixei de aceitar esse tipo de convites. Acho que eles perceberam e passaram a fazer como eu.

    ResponderEliminar
  10. Eu acho que as pessoas não se casam a contar com os presentes que vão receber. Estou neste momento a organizar o meu casamento e está tudo a ser feito em função do que nós podemos pagar, sem contar com o "ovo no cu da galinha".

    E na sequência do que disse acima, ia ficar muito triste se algum dos meus convidados não fosse ao meu casamento porque não tem como me dar um presente. O mais importante para os noivos é partilhar o dia (que é tão especial) com as pessoas que lhes são mais próximas! Não convidamos ninguém para receber os seus presentes mas sim para as ter connosco. Pelo menos nós...

    Posso dizer-te que não encontrei nenhuma opção para o meu casamento a 50€/pessoa (é mais para o dobro mesmo) e não digo que receber um dinheirinho ou presentes não vai ser bom mas acredita que é completamente secundário!

    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  11. Eu sou a favor que cada um dá aquilo que acha que deve dar. Pessoalmente tive gente no meu casamento a dar-me todo o tipo de prendas. No que a dinheiro diz respeito, tive um grupo de 5 pessoas (família muito chegada) que deu 150€ todos. Mas por exemplo os meus padrinhos deram-me 1000€ de prenda. Por isso eu diria que isso é relativo, depende muito da vida que cada um tem.

    ResponderEliminar